Cantar

(Galvão Filho)

Cantar
deixar vazar o som
é como mergulhar
no mais profundo da canção
onde a criação manda

Não mate o belo que há em nós
lá fora amor o mundo é muito louco

Pintar com a tinta da união
o meu no seu olhar
fazer o que pede o coração
tudo que o amor manda

Não mate o belo que há em nós
lá fora amor o mundo é muito louco