A Chave Mestra

(Pedro Mendes / Babal)

Eu queria ser todo o sorriso
uma festa de luz nos teus braços
te entender, te encontrar
por aí passear
ser escravo desse teu abraço
ser poeta no vasto sentido
ver-te musa no meio da rua
como é bela a paixão
ai do meu coração
ele vive no mundo da lua

E sem mais, nem menos
se contrai de dor
mesmo que eu reclame ele bate
mesmo que eu me cale ele grita
mesmo que eu adore ele ri do amor
eu queria ser a chave mestra
dessa coisa que toca o desejo
não há nada melhor
que enfrentar a dor e sorrir
mas sorrir sem ter medo