De Flor em Flor

(Djavan)

O amor pra judiar de mim
deu à flor um cheiro de jasmim
de um punhado de areia branca
com lendas e conchas
fez prisão pro mar
e, a brilhar assim
tudo aqui
parece dele vir
um ator, um retrato, o mato,
o fim do ato
um prato feito pra cuspir
e pra render alguém
tem no olhar
uma faca que fez,
com a liga do aço inox
a intriga do box
que é toda a paixão
foi coroado rei
no amor
simples vontade é lei
uma coisa que amarga
ou será que trava
tão doce que enjoa
só sei que o amor, enfim
de flor em flor
fez você pra mim